Procurando Clínicas?
A Associação ABCD com seu conhecimento vai ajudar você!
Masculina
Feminina
Fechar x
Localizar Clínicas

Mais de 1.000 mil
Clínicas e Profissionais Cadastrados!

+55 11 4551-8052 / 95305-6199

Busca por Clinica De Recuperação No Pará em Sapiranga - RS ?


Confira em nosso site clinicas de reabilitação em Sapiranga - RS

Confira em nosso Guia de Clínicas, clínicas de reabilitação em Sapiranga - RS tratamento de dependentes químicos, internação e plantão 24hs, possuimos serviços de internação compulsória, consulta psicologica, consulta psiquiatrica, monitoramento 24 horas em Sapiranga - RS . Temos um centro especializado em Sapiranga - RS pra reabilitação e tratamento voluntário e involuntário. As clínica de recuperação em Sapiranga - RS , oferece Tratamento para Dependentes de Drogas, Alcoolismo e Tratamento Feminino - Internação Involuntária.


Clínica de Recuperacao Ágape

Grupo Ágape - Masculino e Feminino

Tratamento médico especializado de baixo Custo e excelente qualidade em relação a maioria das outras clinicas particulares para Dependente de Drogas e Álcool, atendemos todas as Cidades do Brasil com internação voluntária e involuntária. Temos equipe de resgate 24 Horas para qualquer cidade do Brasil.

CONFIRA! NOVO CONVENIO COM A ABCD PARA VAGAS NA UNIDADE MASCULINA

Telefones: 11 - 4551-8052 / 4551-8052 / 11 - 95305-6199
Site:www.clinicaderecuperacaoagape.com.br

Associação Brasileira de Combate as Drogas

Associação Brasileira de Combate as Drogas

Curso / Palestra Sobre Drogas - Como Prevenir, Identificar e Tratar um Dependente Químico. Você pode estar dando abrigo a um traficante ou a um usuário dentro de sua casa sem saber! Solicite um curso ou uma palestra em sua cidade, empresa, escola e condominio.

Se você esta com duvidas sobre o assunto DROGAS e precisa de orientações nossa equipe esta a sua disposição para ajudar!

Site:www.abcddasdrogas.com.br

Ágape - Remoção de Pacientes para Internação Involuntária

Ágape - Remoção de Pacientes para Internação Involuntária

A Ágape Remoções é uma empresa especializada no resgate de pacientes para encaminhamento a clinicas de recuperação para tratamento involuntário em todo o territótio nacional.

Temos ambulâncias próprias e equipe especializada em resgate. Melhor preço do Brasil.

Telefones: (11)95305-6199
Site:www.clinicaderecuperacaoagape.com.br/remocao.html

Casa de Recuperação Esperança

Casa de Recuperação Esperança

Tratamento de baixo Custo para Dependente de Drogas e Álcool, Atendemos todas as Cidades de São Paulo com Internação Voluntária.

Acesse nosso site e confira fotos e como chegar na clinica.

Telefones: (11)95305-6199
Site:www.casaderecuperacaoesperanca.com.br

Terra da Sobriedade

Esta procurando clinica de recuperação no Pará na cidade de Sapiranga - RS aqui você irá encontrar. Encontrará também clinicas de recuperação que oferecem tratamento involuntário e voluntário na cidade de Sapiranga - RS. clinica de recuperação no Pará assunto de extrema importância que deveria receber maior atenção por partes das prefeituras em geral, aqui em Sapiranga - RS, a ABCD – Associação Brasileira de Combate as Drogas de forma tímida com ajuda de empresas e pessoas físicas, pois ainda não dispõe de recursos para trabalhos mais efetivos e de maior amplitude em Sapiranga - RS, vem fazendo o que pode no sentido de conseguir vagas para os jovens de Sapiranga - RS que necessitam de tratamento involuntário e não dispõem de recursos e nem conhecimento sobre clinica de recuperação no Pará .

__________ ≈ __________


CESOP - Centro de Estudos Sóciopsicanalíticos

Seu familiar ou ente querido esta com problema relacionado às drogas em nosso Guia de Clinica de Recuperação você poderá consultar sobre clinica de recuperação no Pará na cidade de Sapiranga - RS e ajudar este ente a solucionar o problema. Hoje milhares de pessoas tem problema com a dependência química e pesquisam sobre clinica de recuperação no Pará diariamente na cidade de Sapiranga - RS e em centenas de outras cidades.

__________ ≈ __________


Clínica Vale dos Pinheiros

Hoje infelizmente muitas clinicas de recuperação que tratam do assunto clinica de recuperação no Pará de diversas cidades do Brasil inclusive de Sapiranga - RS tem como prioridade o lucro financeiro e com isso acabam se esquecendo do principal que é a recuperação do paciente. Hoje a ABCD – Associação Brasileira de Combate as Drogas pode lhe ajudar e indicar clínicas de recuperação que tenham como prioridade em Sapiranga - RS o tratamento de seus pacientes. Para clinica de recuperação no Pará em Sapiranga - RS consulte nosso guia e consiga o melhor para seu ente querido, se tiver dúvidas consulte a ABCD.

__________ ≈ __________


Instituto de Educação e Assistência Lúcia Filipini

Hoje em Sapiranga - RS existem centenas de pessoas com problemas relacionados ao uso de drogas e álcool, por este motivo se necessitar de clinica de recuperação no Pará em Sapiranga - RS procure em nosso guia a clinica de recuperação que possa atender suas expectativas, pois este assunto é delicado e deve ser tratado acima de tudo com muito amor e profissionalismo.

__________ ≈ __________


Grupo Apoio Mútuo Veredas da Sobriedade

O bom Tratamento sobre clinica de recuperação no Pará só é possível se a clinica tiver além de médico e psicólogos uma equipe terapêutica. aqui no site você vai encontrar clinicas de recuperação em Sapiranga - RS que fazem o serviço completo em clinica de recuperação no Pará e focam na plena recuperação da doença.

__________ ≈ __________


Informações sobre a cidade de Sapiranga - RS
Histórico

A área correspondente ao município de Sapiranga, inicialmente, era ocupada por índios Kaingáng e Guarani. A ocupação portuguesa ocorreu anteriomente a 1816, sendo que o 1º proprietário, segundo o registro de sesmarias (1816 1820), foi Innocencio Alves Pedroso, que vendeu suas terras ao capitão João Ferreira da Silva e este a Manoel José Leão. Nesta época a região chamava-se Padre Eterno e pertencia a freguesia da Aldeia dos Anjos, onde Manoel José Leão instalou sua propriedade conhecida como Fazenda Leão (Leonerhof).

No período de 1824 a 1826, os primeiros alemães estabeleceram-se nas terras da Fazenda Leão.

Os primeiros imigrantes alemães desembarcaram no Porto das Telhas, em São Leopoldo, no dia 25 de Julho de 1824. Desde então, iniciou-se a história dos município que rodeiam o Vale dos Sinos. Esses imigrantes receberam lotes de terras, onde puderam dar início a sua habitação.

A partir de 1845 começam a ser vendidos os prazos coloniais na região norte e centro de Sapiranga. Os colonos vindos do Hunsrück, aí instalados, vão se dedicar à atividade agrícola de subsistência, bem como ao artesanato ferraria, marcenaria carpintaria, selaria, tamancaria tradição que haviam trazido da Europa e graças a qual puderam suprir suas necessidades nas novas colônias. Nos primeiros anos, era muito comum encontrar os colonos dedicando-se, simultaneamente, a alguma atividade artesanal e agrícola. Aos poucos, o artesanato se amplia para pequenas manufaturas onde, como na lavoura, a mão-de-obra básica era a familiar. Contudo, o advento da manufatura não iria eliminar o artesanato, de modo que, por muito tempo, ambas as atividades iriam coexistir.

Em 1850 começou o povoamento efetivo de seu solo, com o estabelecimento dos primeiros colonos. 1º de Julho desse ano havia em Sapiranga e seus arredores 398 habitantes, dos quais 265 evangélicos.

Em 9 de Fevereiro de 1851, pelo Pastor Doutor Roch é inaugurada a primeira igreja, sendo que até então os cultos eram celebrados em residências particulares.

Em 1880, seria construída a casa paroquial e também a Escola Duque de Caxias. Em 1890 é adquirido o primeiro sino para a igreja.

A partir de 1890, Sapiranga deixa de ser parte do 4º Distrito de São Leopoldo para ser vila, sede do 5º distrito, pelo Ato Intendencial nº 154. Em 1899, iniciou-se a construção da Ferrovia Novo Hamburgo-Taquara, inaugurada em 1903, ampliando os tranportes que variavam de lanchões, cavalos, mulas e carretas.

Dessa data em diante, Sapiranga recebeu um novo impulso e, ao longo da ferrovia, se formaram os povoados de Araricá e Campo Vicente.

Em nosso município, havia abundância de uma fruta-araçá pyranga-(termo indígena que significa a fruta araçá vermelha), denominação que originaria o nome do município de Sapiranga. Esta fruta existe em quantidade significativa nos capões do Kraemereck. A própria denominação de Sapiranga aparece pela 1ª vez nessa região.

O desenvolvimento recebe impulso com a eletrificação da vila em 1935. A economia se diversifica: 76 casas comerciais, 148 estabelecimentos industriais , destacando-se indústrias de calçados, sombrinhas, massas, sabão, atafonas , carimbos, metalúrgicas, móveis, aguardentes, vinhos, alfaiataria. Na década de 40, ocorre um desenvolvimento maior na indústria de madeira e de calçados. No ano de 1946, inicia a 1ª linha de ônibus pertencente a Braum e Cia.

Em 1948 tem início o movimento emancipacionista, visando criar um novo município, desmembrando Sapiranga de São Leopoldo. Em 1953 , após uma intensa campanha, na qual foram visitados todos os quadrantes da região que poderia emancipar-se, churrascos e discursos são feitos intensivamente; panfletos bilingües-portugês e alemão- lançados em todos os lugares; tem lugar um plebiscito, no qual se impõe a soberana vontade popular , almejando efetivamente a emancipação. O plebiscito teve lugar a 20 de Dezembro de 1953, sendo a proporção de votos de quase 5 por 1 a favor da emancipação. Pela Lei estadual n. 2.529, de 15 de Dezembro de 1954, foi criado o município de Sapiranga, ocorrendo a instalação a 28 de Fevereiro de 1955.

O primeiro Prefeito de Sapiranga foi Edwin Kuwer, compondo-se a 1ª Câmara Municipal de Veradores por Manoel Baillet Candemil, Adolfo Evaldo Lindenmeyer, Anita Wingert, Arthur Petry, Bertholdo Hauser, Armindo Schwarz e Leopoldo Sefrin.

Gentílico: sapiranguense.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Sapiranga, por ato municipal nº 154, de 2803-1890, no município de São Leopoldo.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito figura no município de São Leopoldo.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31 de Dezembro de 1936 e 31 de Dezembro de 1937.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito permanece no município de São Leopoldo.

Elevado à categoria de município com a denominação de Sapiranga, pela lei estadual nº 2.529, de 15 de Dezembro de 1954, desmembrando de São Leopoldo. Sede no antigo distrito de Sapiranga. Constituído de 2 distritos: Sapiranga e Araricá (ex-João Correia), ambas desmembrado de São Leopoldo. Instalado em 28 de Fevereiro de 1955.

Pela Lei municipal nº 34, de 29 de Julho de 1955, são criados os distritos Campo Vicente e Picada Hartz e anexado ao município de Sapiranga.

Em divisão territorial datada de 1º de Julho de 1960, o município é constituído de 4 distritos: Sapiranga, Araricá, Campo Vicente e Picada Hartz.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1º de Janeiro de 1979.

Pela lei estadual nº 8.429, de 02 de Dezembro de 1987, desmembra do município de Sapiranga os distrito de Picada Hartz e Campo Vicente, para formar o novo município de Nova Hartz.

Em divisão territorial datada de 1º de Junho de 1995, o município é constituído de 2 distritos: Sapiranga e Araricá.

Pela lei estadual nº 10.667, de 28 de Dezembro de 1995, desmembra de Sapiranga o distrito de Araricá. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.


Clínica Ágape Cotia



Últimas Notícias

Primeiro internado à força deixa clínica
Programa reduz uso de drogas entre jovens
Profissionais são capacitados para prevenir e reprimir drogas
Combate ao crack será intenso
Detran MS divulga eventos da Semana Nacional de Trânsito 2013
Ministério da Justiça oferece curso gratuito sobre prevenção às drogas
São Bernardo inaugura segundo Caps Álcool e Drogas da cidade
Estado dobra número vagas para comunidades terapêuticas; investimento de R$1,544 milhão
SSP forma profissionais para atuarem no Programa Crack, é possível vencer
Caps Álcool e Drogas será entregue no Alvarenga neste terça
Ministério da Justiça promove curso de prevenção do uso de drogas
Passeata contra o crack e outras drogas reúne moradores de São Sebastião
Liberação da maconha medicinal pode chegar antes do ano novo
Prorrogado prazo para consulta pública sobre Comunidades Terapêuticas
Médicos poderão prescrever derivado de maconha no país
Em 7 meses, Anvisa libera 238 pedidos de importação de canabidiol
Fundo Nacional Antidrogas realiza leilão de bens em João Pessoa (PB)
Lei antifumo agora vale para todo o país
Portaria regulamenta medidas de proteção ao trabalhador exposto ao fumo
Conselho Gestor proíbe bebidas alcoólicas e grandes festas na USP
Escócia aprova lei que reduz o nível de álcool permitido no sangue para motoristas
Plano de saúde custeia canabidiol para pacientes
Médicos britânicos querem indicação de calorias em bebidas alcoólicas
Flórida rejeita uso medicinal da maconha em referendo
Capital dos EUA e estado de Oregon aprovam legalização da maconha
No TO, trabalho com a terra ajuda na reabilitação de dependentes químicos
FBI tira do ar sucessor do site de venda de drogas Silk Road
Conad debate uso medicinal da cannabis no Brasil
Micro-ônibus com câmeras vai tentar combater drogas e crimes, no Paraná
Nova York admite posse de pequenas quantidades de maconha


Mais Procurados

Clínicas gratuitas para dependência quimica em Sombrio - SC Clínica Gratuita em Sombrio - SC Tratamento Gratuito em Sombrio - SC Clínica de recuperação Gratuita em Sombrio - SC