Procurando Clínicas?
A Associação ABCD com seu conhecimento vai ajudar você!
Masculina
Feminina
Fechar x
Localizar Clínicas

Mais de 1.000 mil
Clínicas e Profissionais Cadastrados!

+55 11 4551-8052 / 95305-6199

Busca por Clinica De Recuperação Para Dependentes Quimicos em Chapeco - SC ?


Confira em nosso site clinicas de reabilitação em Chapeco - SC

Confira em nosso Guia de Clínicas, clínicas de reabilitação em Chapeco - SC tratamento de dependentes químicos, internação e plantão 24hs, possuimos serviços de internação compulsória, consulta psicologica, consulta psiquiatrica, monitoramento 24 horas em Chapeco - SC . Temos um centro especializado em Chapeco - SC pra reabilitação e tratamento voluntário e involuntário. As clínica de recuperação em Chapeco - SC , oferece Tratamento para Dependentes de Drogas, Alcoolismo e Tratamento Feminino - Internação Involuntária.


Clínica de Recuperacao Ágape

Grupo Ágape - Masculino e Feminino

Tratamento médico especializado de baixo Custo e excelente qualidade em relação a maioria das outras clinicas particulares para Dependente de Drogas e Álcool, atendemos todas as Cidades do Brasil com internação voluntária e involuntária. Temos equipe de resgate 24 Horas para qualquer cidade do Brasil.

CONFIRA! NOVO CONVENIO COM A ABCD PARA VAGAS NA UNIDADE MASCULINA

Telefones: 11 - 4551-8052 / 4551-8052 / 11 - 95305-6199
Site:www.clinicaderecuperacaoagape.com.br

Associação Brasileira de Combate as Drogas

Associação Brasileira de Combate as Drogas

Curso / Palestra Sobre Drogas - Como Prevenir, Identificar e Tratar um Dependente Químico. Você pode estar dando abrigo a um traficante ou a um usuário dentro de sua casa sem saber! Solicite um curso ou uma palestra em sua cidade, empresa, escola e condominio.

Se você esta com duvidas sobre o assunto DROGAS e precisa de orientações nossa equipe esta a sua disposição para ajudar!

Site:www.abcddasdrogas.com.br

Ágape - Remoção de Pacientes para Internação Involuntária

Ágape - Remoção de Pacientes para Internação Involuntária

A Ágape Remoções é uma empresa especializada no resgate de pacientes para encaminhamento a clinicas de recuperação para tratamento involuntário em todo o territótio nacional.

Temos ambulâncias próprias e equipe especializada em resgate. Melhor preço do Brasil.

Telefones: (11)95305-6199
Site:www.clinicaderecuperacaoagape.com.br/remocao.html

Casa de Recuperação Esperança

Casa de Recuperação Esperança

Tratamento de baixo Custo para Dependente de Drogas e Álcool, Atendemos todas as Cidades de São Paulo com Internação Voluntária.

Acesse nosso site e confira fotos e como chegar na clinica.

Telefones: (11)95305-6199
Site:www.casaderecuperacaoesperanca.com.br

Associação Amor e Bondade Integração Assistêncial e Resgate ao Valor da Vida

Hoje o crack é o grande vilão das Drogas envolvendo pessoas de diversas cidades inclusive em Chapeco - SC, por este motivo o assunto clinica de recuperação para dependentes quimicos é de extrema importância. Hoje as drogas atingem pessoas de todas as classes sociais sem distinção, aqui em Chapeco - SC temos muitos problemas com as Drogas, o que devemos fazer é ajudar a combater com determinação e coragem pesquisando mais sobre clinica de recuperação para dependentes quimicos em Chapeco - SC.

__________ ≈ __________


Clinica Alpha Nova Vida

Hoje o crack é o grande vilão das Drogas envolvendo pessoas de diversas cidades inclusive em Chapeco - SC, por este motivo o assunto clinica de recuperação para dependentes quimicos é de extrema importância. Hoje as drogas atingem pessoas de todas as classes sociais sem distinção, aqui em Chapeco - SC temos muitos problemas com as Drogas, o que devemos fazer é ajudar a combater com determinação e coragem pesquisando mais sobre clinica de recuperação para dependentes quimicos em Chapeco - SC.

__________ ≈ __________


Fazenda do Sagrado Coração de Jesus

clinica de recuperação para dependentes quimicos é um assunto delicado, porém muito importante, portanto se souber de alguém em Chapeco - SC que esteja precisando de clinica de recuperação para dependentes quimicos não deixe de conversar e apresentar nosso Guia de Clinicas de Recuperação aqui em Chapeco - SC ou em qualquer outra cidade do país. Estaremos sempre a sua disposição para maiores esclarecimentos sobre clinica de recuperação para dependentes quimicos aqui em Chapeco - SC ou em qualquer outra cidade.

__________ ≈ __________


Sociedade Amigos do Bairro de Vila Progresso e Adj

você familiar que procura porclinica de recuperação para dependentes quimicos em Chapeco - SC , neste Guia de Clinicas de Recuperação você irá encontrar um amplo cadastro sobre clinica de recuperação para dependentes quimicos . Acesso nosso Guia de Clinicas de Recuperação e conheça as unidades de recuperação e tratamento sobre clinica de recuperação para dependentes quimicos na cidade de Chapeco - SC .

__________ ≈ __________


Assoc de Apoio A Família Ao Grupo e A Comunidade SP Afago SP

Hoje nosso Guia de Clinicas de Recuperação conta dezenas de cadastros sobre clinica de recuperação para dependentes quimicos aqui em Chapeco - SC e milhares em todo o Brasil, com isso procuramos mostrar a todos as clinicas de recuperação onde seu parente ou ente querido poderá se tratar e conseqüentemente apreender a viver com dependência química.

__________ ≈ __________


Informações sobre a cidade de Chapeco - SC
Chapecó Santa Catarina - SC

Histórico:

Segundo alguns autores, 164, bandeirantes que demandavam o Rio Grande do Sul teriam atravessando o território de Chapecó, depois de sérias lutas com os índios. O bandeirante Zacarias Dias Côrtes, em 1720, parece ter chegado até o rio Chapecó, a esse tempo denominado Inhanguera. Outro personagem que, em 1836, pervagou Campos de Palmas a procura de um parente, de nome José de Sá Souto Maior, teria sido o sargento­mór, ou major, José de Andrade Pereira.

Em 1775 e, mais tarde, 1777, para a execução do Tratado de Madrid – celebrado entre Portugal e Espanha – comissões mistas desses países localizaram o Peperi-Guaçu, afluente da margem direita do rio Uruguai Entretanto – o atual rio Chapecó. Prosseguindo a exploração chegou à cabeceira do Rio Jangada, afluente do Iguaçu, que, juntamente com o anterior, estabeleceriam a divisa entre as terras litigiadas.

Adotada pela corte de Espanha essa opinião, não foi, contudo, aceita por Portugal.

Mais tarde, a República Argentina e o Brasil, também participaram do litígio que, só em 1894 foi finalmente decidido em favor do Brasil, em juízo arbital do govêrno norte americano.

Gentílico: chapecoense

CHAPECÓ : FORTE E COMPETITIVA

O município de Chapecó exerce, de fato, a função de Capital do Oeste Catarinense e pólo de uma região com mais de 200 municípios e com mais de 1 milhão de habitantes, onde se encontram as sedes das principais empresas processadoras e exportadoras de suínos, aves e derivados do Brasil. Sua população cresce aceleradamente, assim como sua economia. Estima-se uma população atual de mais de 170 mil habitantes, sendo 93% urbana e 7% rural.

O dinamismo de Chapecó reflete-se não só na demografia, mas também em vários aspectos da vida sócio-econômica. O número de empreendimentos ativos cresceu em 1.331 iniciativas em 2.007, o que indica uma média de 26 novos registros por semana.

O acompanhamento e análise mensal dos dados relativos à evolução do emprego formal evidencia-se, visto que no comparativo entre os municípios catarinenses com mais de 100.000 habitantes, Chapecó obteve o melhor desempenho na variação de empregos, com 12,63% no ano de 2007. os dados apontaram que o Município está com índices de crescimento acima das médias estadual (6,11%) e nacional (3,96%). Este índice é obtido a partir da evolução na geração de novos postos de trabalho nos cinco principais setores da atividade produtiva. A flutuação do emprego em nível setorial foi a seguinte: comércio (10,81%), indústria (18,47%), prestadores de serviços (6,28%), construção civil, (27,04%) e agropecuária (13,19%).

A infraestrutura de Chapecó inclui o Aeroporto Municipal Serafin Enoss Bertaso, que possui linhas áreas regulares, tendo vôos diários, com as companhias Ocean Air e Gol. A Ocean Air opera com aeronaves MK 28, tendo como destinos: Florianópolis, São Paulo, Guarulhos, Brasília, operando ainda em acordo code share com a TAM. A Gol opera aeronaves Boeing 737-300 e 737-800, tendo como destinos: Florianópolis e Guarulhos. Atualmente, o Aeroporto tem registrado aproximados 17.000 passageiros/mês entre embarques e desembarques e um movimento de cerca de 600 pousos/decolagens ao mês, o que fez dele um dos mais movimentados do suldo país.

A infraestrutura de Chapecó inclui, ainda, um setor hoteleiro bem desenvolvido, com trinta e nove empreendimentos, dois hospitais regionais, duas emissoras de televisão, quatro rádios FM e duas rádios AM, quatro jornais diários locais e muitos outros itens que caracterizam a responsabilidade regional de Chapecó, também presente nos serviços especializados que a cidade oferece a toda a região, nas mais diversas áreas.

Destaca-se ainda, a construção de um ramal da Ferrovia do Oeste do Paraná (FERROESTE), que após a construção de uma extensão de Cascavel (PR) até Maracaju (MS), ligará Santa Catarina ao Mato Grosso, passando pelo sudoeste e oeste paranaense.

O Parque Industrial do Município, baseado historicamente na agroindústria, encontra-se em amplo processo de diversificação. Tendo-se instalado para suprir a demanda dos frigoríficos locais e regionais, as indústrias do ramo metal-mecânico crescem e se modernizam, produzindo equipamentos para os mercados nacional e internacional. Estão também presentes os ramos de plásticos e embalagens, transportes, móveis, bebidas, biotecnologia na industrialização de carnes, software, confecções e outros.

O Distrito Industrial Flávio Baldissera é uma das ações desta gestão que se destacam no desenvolvimento econômico. Ele tem uma área de 484 mil metros quadrados, está localizado na Linha Rodeio Chato, sendo que nesta primeira etapa contemplou 14 unidades industriais. O Distrito comporta diversos ramos de atividades: alimentos, metal-mecânica, moveleira, metalúrgica, medicamentos animais, insumos agropecuários, artefatos de cimento, artefatos de penas, entre outros. As unidades lá instaladas e em fase de instalação de unidade fabril gerarão aproximadamente 420 empregos diretos e 1.680 indiretos, sendo que os investimentos para implantação destes empreendimentos são na ordem de R$ 20,2 milhões de reais. Já foi contemplado com energia elétrica, água e telefonia. Agora com a aprovação do FONPLATA será realizada a pavimentação das vias internas, com 2.277,86m e a interligação da SC 480 até o Distrito Industrial, compreendendo 2.104,08 m, perfazendo uma extensão de 4.639,64 m.

O Município incentiva o empreendedorismo e busca atrair empresas de outras regiões do país; para tanto se utiliza de concessão de estímulos materiais e incentivos fiscais, embasados na Lei nº 4.093/1999. Os estímulos materiais se caracterizam pelo auxílio com terraplenagem, pavimentação asfáltica e doação de imóvel com encargos, e os inventivos fiscais em isenções dos tributos municipais, por até 5 (cinco) anos.

Segundo os dados divulgados recentemente pela última pesquisa do Sistema FIRJAN, que mostra o índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM) referente ao ano de 2005, e apresenta dados das três principais áreas de desenvolvimento humano: emprego e renda, educação e saúde, Chapecó está acima da média estadual e nacional. Ocupando a 15ª colocação entre os 293 municípios Catarinenses, com um índice de 0,8160, enquanto a média estadual está em 0,7847. Em relação a média nacional (0,7129), Chapecó ocupa a 162ª colocação.

A região tem grandes perspectivas derivadas da posição central no MERCOSUL do alto potencial hidrelétrico, da disponibilidade de energia elétrica, das condições favoráveis para a produção agropecuária e dentre outros fatores.

Formação Administrativa

O Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves é reconhecido como um dos melhores parques de exposições do Sul do País e o maior de Santa Catarina. Possui uma área de 210 mil m2 que, aliado à boa estrutura de hotéis e restaurantes da cidade, viabiliza eventos durante todo o ano, distinguindo-se, pelo seu porte e por sua importância econômica, os seguintes:

EFAPI - Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó, é o principal evento do município, considerada uma das maiores feiras multissetoriais do País, que, em 2005, recebeu 380 mil visitantes e movimentou mais de R$ 78 milhões; e em 2007, aproximadamente 500 mil visitantes e movimentou mais de 105 milhões (www.efapi.com.br).

A MERCOAGRO (Feira Internacional de Processamento e Industrialização da Carne), Considerada a segunda maior feira do gênero no mundo, é promovida por organizações empresariais com apoio da Prefeitura Municipal. Reúne expositores da Oceania, da Europa, da Ásia e das Américas. Em sua 7ª Edição, que será realizada neste ano, serão 650 expositores, tem a expectativa de superar a casa de 200 milhões de dólares em negócios e mais de 35 mil visitantes.

A MERCOMÓVEIS (Feira MERCOSUL da Indústria de Móveis) é considerada a terceira maior feira moveleira do país congregado fornecedores e fabricantes de móveis de todo o país. Em 2008, serão 180 expositores e a organização pretende superar os R$ 163 milhões em negócios realizados em 2006; no período da feira será realizado também o 3º Salão de Design, a Mostra de Móveis Cara do Oeste e a Rodada Internacional de Negócios, que contará com a presença de 18 negociadores internacionais de 10 países: Alemanha, Argélia, Itália, Austrália, Espanha, Irlanda, Inglaterra, Chile, Sudão e Estados Unidos (www.mercomoveis.com.br);

A METALPLAST (Feira e Congresso de Metalmecânica e Plásticos) é um evento anual organizado para atrair empresas representativas dos segmentos de metalmecânica e de plásticos. Em sua terceira edição, realizada neste ano, foram mais de 100 expositores de todo o país, com geração de negócios da ordem de R$ 21,2 milhões e 15 mil visitantes em 3 dias (www.feirametalplast.com.br);

A MERCOLÁCTEA (Milk Fair) teve sua primeira edição em 2008, é promovida pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) e o Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados de Santa Catarina (SINDILEITE), sendo que a realização é da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e da T12 Marketing e Comunicação. Esta é a principal feira de tecnologia do setor lácteo do sul do país; reuniu as principais indústrias, cooperativas e produtores do setor de laticínios. A feira destina-se a empresas do ramo agropecuário de produtos e serviços, implementos, insumos, produtos veterinários, assim como indústrias e empresas fornecedoras de máquinas, tecnologia, automação, equipamentos, prestação de serviços, assessorias e consultorias. Devido ao seu sucesso, já terá sua 2ª edição em 2009;

A PROJETEC 2008 teve sua 1ª edição em março de 2008, é uma feira setorial, dedicada a toda cadeia produtiva da Construção Civil e da Habitação, com vários eventos simultâneos: feira PROJETEC de materiais e serviços que abrangem desde a fundação até o acabamento da obra; Seminário Sul Brasileiro de Habitação de Interesse Social; Seminário da Construção Civil; CIVILMAQ: que mostrará máquinas e equipamentos para construção civil, movimentação de solo, pavimentação, drenagem e dragagem; IV Salão do Imóvel: destinado às imobiliárias, construtoras e incorporadoras interessadas em comercializar e mostrar seus empreendimentos e imóveis administrados; Salão de Móveis e Arquitetura (MOVELARQ) destinado a lojistas de móveis e decorações; Habita Solo: Mostra Nacional de Tecnologias para a Habitação de Interesse Social. Já está comercializando espaços para 2009.

Segundo o PNUD/ONU, Chapecó ocupa o 42º lugar no Brasil quanto ao Índice de Desenvolvimento Humano, o 19º quanto à Educação e o 5º em freqüência escolar, superando muitas das maiores cidades do País e do Mundo.

Na área do ensino fundamental e médio, Chapecó conta com mais de 180 estabelecimentos e cerca de 2.200 profissionais. No ensino técnico profissionalizante figuram cursos técnicos em Química com Habilitação em Alimentos, Carnes e Derivados, Eletromecânica, Segurança do Trabalho, Eletrotécnica, Eletrônica e Agropecuária. Estão em fase de instalação ainda, centros profissionalizantes especializados em dois segmentos industriais, o da confecção e o moveleiro.

O município abriga cerca de 10 instituições de ensino superior, entre as quais, 3 Universidades. São mais de 10 mil estudantes distribuídos em mais de 30 cursos de graduação, destacando-se agronomia, administração de empresas, ciências da computação, contabilidade, economia, biologia, jornalismo, direito, enfermagem, engenharias civil, de alimentos e química, farmácia, fisioterapia e zootecnia; além dos cursos de pós-graduação latu e strictu-sensu em várias áreas do conhecimento.

Do ponto de vista dos investidores, prêmios e índices obtidos por Chapecó indicam claramente a qualidade do município como área prioritária para investimentos. Exemplos:

Conforme pesquisa realizada pela Fundação Getulio Vargas para a Revista Você S/A, Chapecó foi considerada a 68ª melhor cidade para se trabalhar do Brasil, e a 15ª da Região Sul.

Segundo o Atlas do Mercado Brasileiro publicado em dezembro de 2002, pela Gazeta Mercantil Chapecó é o 15° município Brasileiro mais dinâmico para investimentos.

Chapecó está na segunda posição entre as melhores cidades para empreender no Brasil, segundo a Revista Você S/A de fevereiro de 2003.

Chapecó foi classificada como a 55ª entre as 100 maiores cidades do país, para investimentos, em uma pesquisa realizada pela Revista Exame, em 2000. Entre os critérios de classificação foi considerado o potencial de consumo, qualidade de vida, serviços de qualidade nas áreas de saúde e educação e distribuição de renda.

Chapecó passou de 153ª para 33ª colocação no Índice de Desenvolvimento Social, medido pelo Governo do Estado em 2000.

Selo de Ouro do Turismo ? Brasília - concedido a municípios que têm políticas públicas na área do Turismo.

O alto investimento municipal na área social (educação, saúde, habitação, alimentos), tem também imensas repercussões de ordem econômica, preparando as pessoas para um mercado de trabalho crescentemente exigente e competitivo. Neste sentido, o Município e a Administração Municipal têm apresentado índices relevantes e auferido prêmios em nível nacional, como por exemplo:

A cada 5 jovens e adultos que estudam em SC, 1 está em Chapecó;

87% das crianças de 4 a 6 anos estão matriculadas nos Centros de Educação Infantil em Chapecó, o maior índice de Santa Catarina;

A Prefeitura ampliou em 90% o atendimento na Educação Infantil.

Chapecó tem como característica principal o turismo de eventos e negócios, que atrai visitantes com a realização de eventos setoriais ou multissetoriais, de âmbito nacional e internacional. Além disso, existem inúmeras opções com atrativos turísticos urbanos ou rurais, belezas naturais a serem visitadas, que oferecem lazer e descanso; locais para apreciar a gastronomia local; para assistir a um belo espetáculo cultural e sentir-se bem na capital do oeste Catarinense.

Para chegar a Chapecó as opções são as rodovias BR-282, BR-480 e SC-283, com linhas de ônibus para todas as cidades catarinenses e principais cidades brasileiras.

Por via aérea o acesso é obtido pelo Aeroporto Municipal Serafim Ennos Berta

Elevado à categoria de vila com a denominação de Chapecó, pela lei estadual nº 1147, de 25-08-1917. Instalado em 14-11-1917.

Pela lei municipal nº 1260, de 05-09-1919, A vila de Chapecó passou a denominar­se Xanxerê, mudança de sede.

Nos quadros do recenseamento geral de I-IX-1920, a vila de Xanxarê é constituída do distrito sede.

Pela lei estadual de 16-03-1923, a vila de Xanxerê passou denominar-se Rui Barbosa.

Pela lei municipal nº 1645, de 03-10-1929, vila voltou a denominar-se Xanxerê.

Pelo decreto nº 100, de 09-04-1931, a sede do município passou a denominar-sePasso dos Índios ou Passo Bormann.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparececonstituído de tem sua sede localizada na vila de Passo dos Índios é constituído de 13 distritos: Passo dos Indios, Abelardo Luz, Barracão, Campo Erê, Caxambu, Cascalho, Faxinal dos Guedes, Guatambu, Mondaí, Itapiranga, São Domingos, Xaxim e Xanxerê.

Pelo decreto-lei estadual nº 86, de 31-03-1938, o município de Passo dos Índios voltou a denominar-se Chapecó o distrito de Barracão a denominar-se Dionísio Cerqueira e o distrito de Cascalho a denominar-se Pssarinhos.

Pelo decreto-lei estadual nº 238, de 01-12-1938, é criado os distritos de São Carlos com território desmembrado do distrito de Passarinho (ex-Cascalho) e anexado ao município de Chapecó.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituídode 14 distritos: Chapecó, Abelardo Luz, Campo Êre, Caxambu, Dionísio Cerqueira, Faxinal dos Guedes, Guatambu, Itapiranga, Mondaí, Passarinhos, São Carlos, São Domingos, Xanxerê e Xaxim.

Pela lei estadual nº 247, 30-12-1948, o distrito de Passarinhos passou a denominar­se Palmitos.

Pela lei municipal nº 25 - A, de 21-12-1949, é criado o distrito de São Miguel do Oeste, com território desmembrado dos distritoa de Dionísio Cerqueira, Itapiranga e Mondaí e anexados ao município de Chapecó.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 16 distritos: Chapecó, Abelardo Luz, Campo Erê, Caxambu, Descanso, Dionísio Cerqueira, Faxinal dos Guedes, Guatambu, Itapiranga, Mondaí, Palmitos ex-Passarinhos, São Carlos, São Domingos, São Miguel do Oeste, Xanxerê e Xaxim.

Pela resolução s/nº da câmara municipal, é criado o distrito de Águas de Chapecó, desmembrado do distrito de Caxambu e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei municipal nº 7, de 18-11-1950, é criado o distrito de Descanso com território desmembrado do distrito de Mondaí e Itapiranga e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei municipal nº 40, de 30-11-1950, aprovado pela lei estadual nº 26, de 16­10-1951, é criado o distrito de Coronel Freitas e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei municipal nº 23. De 22-08-1951 e lei estadual nº 50, de 18-07-1952, é criado o distrito de São Lourenço, desmembrado do distrito de Campo Erê e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei estadual nº 133, de 30-12-1953, desmembra do município de Chapecó os distritos Xanxerê, Abelardo Luz e Faxinal dos Guedes, para formar o novo município de Xanxerê. E ainda pela mesma lei desmembra do município de Chapecó os distritos de Descanso, Dionísio Cerqueira, Itapiranga, Mondaí, Palmitos, São Carlos, São Miguel do Oeste e Xaxim, todos elevados à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 7distritos: Chapecó, Águas de Chapecó, Campo Erê, Caxambu, Coronel Freitas, Guatambú e São Lourenço.

Pela resolução nº 2, de 03-03-1956, é criado o distrito de Quilombo, desmembrado dos distritos de Coronel Freitas e São Lourenço e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei municipal nº 3, de 10-08-1956, é criado o distrito de Itaberaba. desmembrados dos distritos de Guatambú e Caxambu e anexado ao município de Chapecó

Pela lei municipal nº 4, de 11-05-1957, é criado o distrito de Cairu, desmembrado o distrito de Itaberaba e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei municipal nº 5, de 11-05-1957, é criado o distrito de Marechal Bormann e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei municipal nº 6, de 11-05-1957, é criado o distrito de Serrinha e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei estadual nº 348, de 21-06-1958, desmembrado de Chapecó os distritos de Campo Erê e São Lourenço do Oeste ex-São Lourenço, ambos elevados a categoria de município. .

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 9 distritos: Chapecó, Cairu, Caxambu, Coronel Freitas, Guatambú, Itaberaba, Marechal Bormann, Quilombo e Serrinha.

Pela lei estadual nº 763, de 06-10-1961, desmembra do município de Chapecó os distritos de Coronel Freitas e Cairu, para formar o novo município de Coronel Feitas.

A mesma lei 763, desmembra do município de Chapecó o distrito de Quilombo. Elevado à categoria de município..

Pela lei estadual nº 865, de 14-12-1962, é criado o distrito de Figueira e anexado ao município de Chapecó.

Pela lei estadual nº 866, de 14-12-1962, desmembra do município de Chapecó o distrito de Caxambu. Elevado à categoria de município com a denominação de Caxambu do Sul.

Pela lei estadual nº 881, de 05-04-1963, é criado o distrito de Cachoeira Alta e anexado ao município de Chapecó.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 7 distritos: Chapecó, Cordilheira Alta, Figueira, , Gôio-en, Guatambú, Itaberaba, Marechal Bormann.

Pela lei estadual nº 4130, de 26-01-1968, é criado o distrito de Alto da Serra e anexado ao município de Chapecó.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 8 distritos: Chapecó, Alto da Serra, Cordilheira Alta, Figueira, Gôio-en, Guatambú, Itaberaba, Marechal Bormann.

Pela lei estadual nº 8557, de 30-03-1992, desmembra do município de Chapecó o distrito de Cordilheira Alta. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 8482, de 12-12-1991, desmembra do município de Chapecó o distrito de Guatambú. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 8354, de 26-09-1991, desmembra do município de Chapecó o distrito de Itaberaba. Elevado à categoria de município com a denominação de Nova Itaberaba.

Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 5 distritos: Chapecó, Alto da Serra, Figueira, Gôio-en, Marechal Bormann.

Assim permanecendo em divisão territorial datada em 2003.

Alterações toponímicas municipais

Chapecó para Xanxerê alterado, pela lei estadual nº 1260, de 05-09-1919.

Xanxerê para Rui Barbosa alterado, pela lei municipal de 16-03-1923.

Rui Barbosa para Xanxerê alterado, pela lei municipal nº 1645, de 03-10-1929.

Xanxerê para passo dos Indios, pelo decreto nº 100, de 09-04-1931.

Passos dos Indios para Chapecó alterado, pelo decreto-lei estadual nº 86, de 31-03-1938.


Clínica Ágape Cotia



Últimas Notícias

Primeiro internado à força deixa clínica
Programa reduz uso de drogas entre jovens
Profissionais são capacitados para prevenir e reprimir drogas
Combate ao crack será intenso
Detran MS divulga eventos da Semana Nacional de Trânsito 2013
Ministério da Justiça oferece curso gratuito sobre prevenção às drogas
São Bernardo inaugura segundo Caps Álcool e Drogas da cidade
Estado dobra número vagas para comunidades terapêuticas; investimento de R$1,544 milhão
SSP forma profissionais para atuarem no Programa Crack, é possível vencer
Caps Álcool e Drogas será entregue no Alvarenga neste terça
Ministério da Justiça promove curso de prevenção do uso de drogas
Passeata contra o crack e outras drogas reúne moradores de São Sebastião
Liberação da maconha medicinal pode chegar antes do ano novo
Prorrogado prazo para consulta pública sobre Comunidades Terapêuticas
Médicos poderão prescrever derivado de maconha no país
Em 7 meses, Anvisa libera 238 pedidos de importação de canabidiol
Fundo Nacional Antidrogas realiza leilão de bens em João Pessoa (PB)
Lei antifumo agora vale para todo o país
Portaria regulamenta medidas de proteção ao trabalhador exposto ao fumo
Conselho Gestor proíbe bebidas alcoólicas e grandes festas na USP
Escócia aprova lei que reduz o nível de álcool permitido no sangue para motoristas
Plano de saúde custeia canabidiol para pacientes
Médicos britânicos querem indicação de calorias em bebidas alcoólicas
Flórida rejeita uso medicinal da maconha em referendo
Capital dos EUA e estado de Oregon aprovam legalização da maconha
No TO, trabalho com a terra ajuda na reabilitação de dependentes químicos
FBI tira do ar sucessor do site de venda de drogas Silk Road
Conad debate uso medicinal da cannabis no Brasil
Micro-ônibus com câmeras vai tentar combater drogas e crimes, no Paraná
Nova York admite posse de pequenas quantidades de maconha


Mais Procurados

Clínicas gratuitas para dependência quimica em Iracema - RR Clínica Gratuita em Iracema - RR Tratamento Gratuito em Iracema - RR Clínica de recuperação Gratuita em Iracema - RR