Opiáceos: O que é essa Droga?

poradmin

Opiáceos: O que é essa Droga?

Essas são drogas derivadas do ópio, podendo ser opiáceos naturais (como a morfina e a codeína) ou semi-sintéticos (como a heroína, que é uma substância alterada da morfina). Os opiáceos são drogas sedativas, que induzem o sono, e analgésicas, sendo assim, muito utilizadas para tratamento médico. Porém os opiáceos têm um alto poder de causar dependência, e seu uso indevido leva a efeitos agudos como euforia, intensa sensação de prazer, distanciamento da realidade, chegando a sentimentos de mal-estar, irritabilidade, depressão, miose (contração da pupila), sonolência excessiva, inconsciência, bradicardia, depressão respiratória, convulsões, coma e morte.

Os sintomas de abstinência se apresentam muito intensos, sendo necessária a internação do indivíduo. O uso prolongado dos opiáceos levam a um aumento da tolerância e conseqüente dependência, prisão de ventre crônica, problemas digestivos, dificuldades visuais devido a miose, e total distanciamento da realidade.

Opiáceos

Opiáceos

Como se instala a dependência no organismo

Instalada a dependência, o organismo apresenta forte tolerância, obrigando o usuário a aumentar as doses. A superdosagem pode resultar em coma e morte por insuficiência respiratória. Produzem euforia e bem estar, mas a suas ações necessitam de doses cada vez maiores para manter o mesmo nível – fenômeno de tolerância.

A heroína é consumida pela injeção intravenosa com agulha. Esta forma de consumo leva a uma rápida subida das concentrações sanguínea, e resulta numa ação inicial muito mais forte de satisfação intensa, seguida de um platô de ação mais moderada e cada vez mais fraca.

Consumo

O consumo de heroína leva à dependência física e psicológica.

A dependência física caracteriza-se por tremores, ereção dos pelos, suores abundantes, lacrimejamento, rinorreia (nariz escorrendo), respiração rápida, temperatura elevada, ansiedade, falta de apetite, dores musculares, hostilidade, vômitos e diarreia. Um sinal importante é a miose, já que não ocorre com outras drogas (é muito mais frequente é a dilatação -midríase).

A dependência psicológica é subjetiva e é devido à memória do prazer sentido em administrações passadas, e caracteriza-se por um desejo forte, por vezes violento, de consumir a droga.

Sobre o Autor

admin administrator

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.