Alcoolismo Tratamento

Muitas pessoas chegam até aqui buscando informações sobre alcoolismo tratamento, e percebo que a maioria delas não conhece muito a respeito do assunto. Um dos principais motivos deve-se ao fato de que o vício em bebidas alcoólicas é um hábito que acaba sendo indiscriminado e incentivado pela própria sociedade. Desde pequenos nos acostumamos a ver nossos parentes e amigos bebendo em qualquer tipo de confraternização, reuniões, festas e outros eventos, e isso cria nas pessoas o costume de aceitar que se beba sem moderação, cerveja, uísque, vinho e todo tipo de bebida. Os jovens crescem em um ambiente em que praticamente são condicionados a beber, e muitas vezes a pessoa que não tem o hábito de consumir bebidas alcoólicas acaba sendo ridicularizada ou mesmo excluída do convívio dos demais.

O fato é que o tratamento de dependência química e alcoolismo são muito trabalhosos, geram um desgaste muito grande e requerem muita energia por parte do doente, dos especialistas envolvidos e também da família da pessoa. Além disso, o custo de um tratamento em geral é considerável, sendo que muitas famílias chegam a investir economias acumuladas ao longo de anos na busca da cura para o alcoolismo. O fato é que não há cura para a doença, como nos outros casos de dependência química. O que existe de fato é o tratamento, e ele não acontece da noite para o dia. São necessários diversos meses e às vezes anos, para que se atinja um ponto de liberdade da bebida e convívio social sem problemas.

O tipo do tratamento irá depender do perfil do paciente, e isso terá que ser determinado por um médico especialista. Ele com certeza conhecerá os diversos tipos existentes e os procedimentos envolvidos em cada um, e fará o diagnóstico indicando o tratamento para o doente. Em geral, ele mesmo não consegue perceber o tamanho da sua doença, o quanto se envolveu com o uso de bebidas alcoólicas e os problemas que está causando para si e para os outros, e desencadeia um processo de negação. Recusa-se a admitir que tenha tornado-se um alcoólatra. Novamente, o especialista terá condições de avaliar se isso procede ou não, e partirá dele a sugestão de qual tratamento aplicar, mesmo se for o caso de internação. Por ser um profissional, ele sabe que toda vida precisa ser cuidada com responsabilidade e utilizará de todos os recursos disponíveis atualmente para tratar o alcoolismo do paciente.

O passo inicial é ajudar o paciente a reconhecer que tem uma doença e que ela lhe ocasiona problemas diversos, e que para tratar-se ele terá que se abster do consumo de álcool imediatamente. A grande maioria dos médicos indica a internação ao menos no início, como forma de desintoxicação e repouso. Existem clínicas especializadas e com profissionais treinados que são responsáveis por conduzir o paciente ao longo deste período com todo o cuidado necessário e de forma a ajudá-lo no tratamento ao alcoolismo.

Veja Tambem