Sintomas do Alcoolismo

Todo mundo que chega aqui pesquisando sobre os sintomas do alcoolismo geralmente tem um monte de dúvidas em mente e não conseguem encontrar respostas para todas as dúvidas. É normal, uma vez que torna-se muitas vezes difícil determinar quando uma pessoa tornou-se uma dependente do álcool e quando ela apenas bebe em excesso, socialmente, sem que isso lhe cause maiores problemas. A solução para o alcoolismo pode passar por um tratamento sem internação, mas na maioria dos casos esse recurso é necessário, ao menos no início, para garantir que a desintoxicação aconteça de forma garantida.

O alcoolismo se caracteriza por efeitos psíquicos e físicos, decorrentes do uso excessivo de bebidas alcoólicas, que levam a comportamentos inadequados e inconvenientes, e que têm origem na compulsão por ingerir álcool de maneira contínua e descontrolada. Muitas vezes, o doente bebe para experimentar os efeitos psíquicos que a bebida proporciona, e, em outras, bebe como uma forma de evitar o desconforto que a abstinência ocasiona.

A coisa mais importante a se fazer ao perceber os sintomas do alcoolismo é buscar um médico especialista para indicar o tratamento. Somente a supervisão médica irá diagnosticar com precisão o problema de cada paciente, e com supervisão médica os efeitos agudos do consumo de álcool poderão ser combatidos. Entretanto, devido ao alto índice de recaídas, o tratamento alcoolismo precisa ser levado muito a sério tanto pelo doente quanto por sua família. Por isso, tão logo sejam percebidos sintomas do consumo de álcool em excesso, é necessário que atitutes sejam tomadas e o diálogo sincero estabelecido.

O primeiro sintona facilmente perceptível é o desejo intenso e a compulsão para ingerir álcool. O segundo critério geralmente considerado pelos médicos é a tolerância às bebidas alcoólicas. O doente passa a precisar de doses cada vez maiores de álcool para conseguir o mesmo efeito que o que conseguia com doses menores antes, e por isso passa a beber cada vez mais.

Outro sintoma claro do alcoolismo é a crise de abstinência, uma síndrome característica e de duração limitada que acontece quando o uso do álcool é interrompido ou reduzido. O paciente simplesmente não consegue ficar mais sem a bebida, e quando isso acontece, ele fica nervoso, ansioso e muitas vezes, fora de controle. Se o tempo necessário para se recuperar dos efeitos da bebida também começa a ficar mais longo, e se a pessoa começa a abandonar outros interesses e prazeres, bem como o convívio social, isso pode ser um sintoma claro de que há um problema em andamento.

Uma evidência clara que envolve a maioria dos dependentes do álcool é que eles geralmente convivem com repetidos insucessos na busca pela cura do alcoolismo, passando por inúmeros tratamentos em diversas clínicas especializadas, mas sem alcançar a liberdade da bebida. Além disso, persistem no consumo da bebida mesmo em situações nas quais a ingestão de álcool é contra-indicada, o que leva a prejuízos de saúde como lesões hepáticas e acidentes, além de alterações no humor e no comportamento. Todos esses sintomas do alcoolismo estão ligados ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Veja Tambem